Bazar Solidário |08 de Agosto | Sábado | 14 hrs às 17 hrs

Bazar de Roupas, Calçados, Bijoux e outros ítens – Comunidade Caridade Sem Fronteiras

Data: 08/08/2015 – Sábado

Início:       14:00 horas
Término:  17:00 horas

Peças de roupas/calçados/bijux e outros itens a venda A PARTIR de R$ 3,00.

Local: Rua Amazonas, 2425, anexo ao Posto Rodoil Estrela Dourada em frente a Souza Cruz, ao lado da Milium.

Se bater uma fome, teremos serviço de bar servindo um delicioso cachorro-quente.

Clique Leia Mais

Palestras Semanais | Domingo – 09/08 | Segunda 10/08

Sejam todos bem vindos e que Jesus abençoe a cada um, envolvendo em amor, coragem, força e fé.

Espaço Irmã Isabel | Cantinho das Crianças | Domingos e Segundas

Como Ajudar a Comunidade? | Atualizado em 20/07/2015

Clique e saiba como ajudar a Comunidade Caridade Sem Fronteiras

Sábados | 09:30 hrs | Sociedade Espírita Encontro Fraterno

A Sociedade Espírita Encontro Fraterno, iniciou recentemente um novo e empolgante trabalho: a assistência espiritual aos nossos irmãos menores animais adoentados.

Sua presidente, a Sra Madalena, comenta que já pode constatar, com muita alegria, os benefícios resultantes do passe espírita (adaptado) e da água irradiada administrados aos dois primeiros animaizinhos que tivemos oportunidade de receber.

Esse atendimento, é realizado na prática do que André Luiz aconselha no livro Conduta Espírita, cap. 33 – Perante os Animais:

“No socorro aos animais doentes, usar os recursos terapêuticos possíveis, sem desprezar mesmo aqueles de natureza mediúnica que aplique a seu próprio favor.”

Horário de Atendimento:

Sábados – 09:30 hrs
Endereço: Rua José Deeke, 1197 (entrada pela Rua Otílio Verdi) – bairro Escola Agrícola – Blumenau / SC
Telefone: 47-3327-7458
Também a realizamos a distância, via internet: www.encontrofraterno.org.br

Quem somos…

O grupo Caridade Sem Fronteiras foi fundado no ano de 2006 por um pequeno grupo de amigos  que desejavam realizar ativamente ações sociais voluntárias junto às comunidades carentes de Blumenau. De lá para cá muitos foram os que se juntaram na busca de promover o bem aos que mais necessitam. Nosso grupo conta hoje com cerca de 60 voluntários envolvidos diretamente nos projetos do Grupo. Não importa a idade, sexo, raça ou credo, no trabalho voluntário todos nós somos iguais e buscamos o mesmo objetivo, levar o auxílio material e amparo emocional aos mais necessitados.

 ..:: Clique Aqui para Ler Mais ::..

[Projeto] Irmã Isabel

Criado desde 2010, o projeto de Evangelização de crianças e adolescentes passou por um período de amadurecimento e entendimento de todos os trabalhadores envolvidos. Dessa forma, em 2011 o programa tomou um cara muito mais preparada para seu real propósito, que é levar a educação moral e ética para esses jovens. Essa base se fortaleceu e em 2012 pretende atingir além dos jovens das comunidades da Garuva e Vila Jensen.

O projeto entende que é necessário trabalhar os valores morais e humanos, indiferente de religião ou crença. Serão 16 aulas ao longo do ano abordando temas como família, sexo e sexualidade, cuidados com o corpo, livre arbítrio, caridade, drogas, vida em sociedade e cidadania, perdão, violência e outros mais.

 ..:: Clique Aqui para Ler Mais ::..

[Projeto] Comunidade Morro da Garuva

Localizada no final da Rua Pastor Oswaldo Hesse, Bairro Ribeirão Fresco, a comunidade do Morro da Garuva possui atualmente 98 famílias carentes cadastradas e mapeadas pelo nosso grupo. Mensalmente são feitas duas visitas (aos sábados de manhã) à essa comunidade. Para isso o grupo se divide em 6 “sub-grupos”, cada um desses com um coordenador e os respectivos voluntários.

..:: Clique Aqui para Ler Mais ::..

[Projeto] Comunidade da Vila Jensen

Localizada no bairro da Vila Itoupava, a mais de 20 km do centro da cidade, a comunidade da Vila Jensen começou a ser atendida pelo nosso grupo em março de 2008. Atualmente são 90 famílias cadastradas e é fácil de afirmar que as condições e dificuldades encontradas por essa comunidade são maiores do que as do Morro da Garuva. Infelizmente ainda não conseguimos atender essa comunidade como fazemos com a comunidade da Garuva devido à falta de recursos para conseguir o número de cestas básicas necessárias para distribuição às famílias.

Clique Aqui para Ler Mais